Total Crédito Brasil
Somos um site especializado em finanças, oferecendo informações atualizadas sobre crédito, cartões de crédito, instituições bancárias, fintechs e benefícios sociais.

Moeda dos DIREITOS HUMANOS já é considerada “RARA” e está valendo hoje (09/05) R$ 6.000,00

As moedas comemorativas desfrutam de uma posição distintiva no âmago dos apreciadores de coleções, não somente em virtude de seu valor monetário, mas também pela carga histórica e cultural que carregam consigo.

Dentre esses exemplares singulares, sobressai-se a moeda comemorativa dos Direitos Humanos, celebrando um momento emblemático na contínua batalha pela equidade e justiça social.

Esta moeda não apenas encanta os aficionados pela numismática, mas também desvela uma narrativa fascinante acerca da preservação e promoção de nossos direitos primordiais.

Significado da Moeda Comemorativa dos Direitos Humanos

A moeda comemorativa dos Direitos Humanos foi cunhada em 1998 para celebrar o Cinquentenário da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Este acontecimento histórico assinalou um momento decisivo na promoção dos direitos humanos globalmente, e a moeda tornou-se um símbolo duradouro dessa luta.

-

Conforme indicado por especialistas, apenas 600 mil exemplares deste modelo foram produzidos, conferindo-lhe um status de raridade e exclusividade. Essa limitação na produção é um dos fatores determinantes para seu elevado valor no mercado de colecionáveis.

A avaliação e classificação da moeda

Conforme o catálogo oficial das moedas brasileiras, a moeda comemorativa dos Direitos Humanos é avaliada em aproximadamente R$ 750 quando mantida em estado de conservação “flor de cunho”, ou seja, sem evidências de uso.

-

Entretanto, o Livro Bentes das Moedas do Brasil propõe um valor ainda mais substancial para essa moeda quando mantida em estado de conservação perfeito. Nessa circunstância, o valor pode atingir até R$ 6.500.

Para alcançar essa máxima valorização, a moeda deve exibir duas características específicas:

  1. Possuir certificação de autenticidade e qualidade da NGC (Numismatic Guaranty Company) ou PCGS (Professional Coin Grading Service).
  2. Ser classificada com uma nota igual ou superior a MS 68 por esses certificados, o que denota uma condição geral excelente, com aparência impecável, brilho e ausência de imperfeições.

A tabela subsequente delineia o valor estimado da moeda comemorativa dos Direitos Humanos conforme sua classificação:

ClassificaçãoValor Estimado (R$)
MS 651.800
MS 662.700
MS 674.000
MS 686.500

É fundamental salientar que essas avaliações são meramente estimativas e estão sujeitas a variações conforme a demanda e o interesse dos colecionadores.

Conforme destacado em um vídeo especializado, apenas 34 moedas foram classificadas como MS 68, o que amplifica sua atratividade entre os entusiastas da numismática.

Fatores que influenciam o valor das moedas comemorativas

Para além da condição de conservação e autenticidade, diversos outros elementos exercem influência sobre o valor das moedas comemorativas, tais como:

  1. Raridade: Quanto mais escassa for a emissão, maior será o valor atribuído à moeda.
  2. Demanda de Mercado: O interesse e a busca dos colecionadores são determinantes para a valorização da peça.
  3. Significado Histórico: Moedas que comemoram eventos ou personalidades relevantes tendem a ser mais valorizadas.
  4. Atributos Estéticos: A beleza e o design da moeda também são considerações importantes para os colecionadores.
  5. Flutuações Econômicas: Assim como outros ativos de valor, o preço das moedas pode oscilar conforme o contexto econômico.

Estes fatores, quando combinados, contribuem para um cenário de valorização contínua das moedas comemorativas, fazendo delas investimentos atrativos para os aficionados pela numismática.

Moeda Comemorativa dos Direitos Humanos como investimento

Para os entusiastas da numismática, a moeda comemorativa dos Direitos Humanos não é apenas uma peça de interesse pessoal, mas também uma oportunidade de investimento potencialmente vantajosa.

Em virtude de sua raridade, importância histórica e propensão à valorização, esta moeda se destaca como uma opção atrativa para aqueles que desejam diversificar seus portfólios.

Ao adquirir uma moeda comemorativa dos Direitos Humanos em perfeito estado de conservação, devidamente certificada, o colecionador não apenas se torna detentor de uma peça singular, mas também investe em um ativo com potencial significativo de valorização ao longo do tempo.

Essa perspectiva de retorno financeiro, combinada ao interesse pessoal pela história e ao significado simbólico da moeda, amplifica ainda mais o apelo de sua aquisição para os entusiastas da numismática.

Moeda COMEMORATIVA dos DIREITOS HUMANOS pode valer mais de R$ 6.000,00 hoje (0305)

A Moeda Comemorativa dos Direitos Humanos como Legado Cultural

Além de seu valor monetário e simbólico, a Moeda Comemorativa dos Direitos Humanos pode ser vista como um elemento do patrimônio cultural nacional.

Esta peça rara e emblemática não apenas representa um marco significativo na história do Brasil, mas também espelha os esforços globais em direção à igualdade e à proteção dos direitos fundamentais.

Ao serem preservadas e apreciadas, tais moedas desempenham um papel crucial na manutenção da memória coletiva e na compreensão da evolução dos ideais democráticos e humanitários.

Elas se tornam parte integrante do legado cultural de nosso país, enriquecendo a identidade nacional e fomentando a conscientização sobre a importância contínua da defesa dos direitos humanos.