Bolsa FamíliaNotícias

TRISTE NOTÍCIA anunciada hoje (29/06) para quem faz parte do Bolsa Família; entenda o que mudou

Os beneficiários do programa Bolsa Família receberam a notícia de que o Auxílio Gás, que proporciona um desconto de R$ 102 na compra do botijão de 13kg, não será disponibilizado em julho. Esse benefício, concedido a cada dois meses, será retomado apenas em agosto.

Cartão de Crédito oferecido pelo Bolsa Família deixa brasileiros pulando de alegria; Veja como SOLICITAR O SEU

A ausência do Auxílio Gás neste mês impacta diretamente o orçamento das famílias mais vulneráveis, que contam com esse suporte para mitigar os custos com gás de cozinha. A elevação dos preços do gás tem representado um desafio significativo para muitos brasileiros, e a falta do desconto em julho agrava essa situação.

O governo federal justifica a suspensão do pagamento deste mês devido a ajustes necessários no orçamento do Bolsa Família. Contudo, essa decisão tem gerado críticas e preocupações entre os beneficiários, que veem seus recursos afetados novamente diante da escalada dos preços.

Espera-se que o Auxílio Gás seja restabelecido em agosto, conforme o calendário regular de pagamentos. No entanto, o valor do benefício ainda não foi confirmado e poderá ser ajustado conforme as variações no preço do gás.

Alternativas para as famílias do Bolsa Família

Enquanto o Auxílio Gás não é retomado junto ao Bolsa Família, há medidas que as famílias podem adotar para economizar no gás de cozinha:

-

  • Comparar preços: Avaliar os custos em diferentes estabelecimentos antes de adquirir o botijão.
  • Utilizar o fogão de maneira eficiente: Reduzir a abertura desnecessária do forno e optar por panelas de pressão para otimizar o tempo de cozimento.
  • Cozinhar em grandes quantidades: Preparar refeições que possam ser consumidas em vários dias pode reduzir o consumo de gás.
  • Explorar programas sociais: Verificar a disponibilidade de outros programas na região que ofereçam suporte para aquisição de gás de cozinha.

A suspensão do Auxílio Gás em julho representa um desafio para as famílias que dependem desse benefício. Espera-se que o governo implemente medidas para reintroduzir o desconto em agosto, visando mitigar o impacto dos altos preços do gás no orçamento das famílias mais necessitadas.

Como manter o cadastro atualizado?

Para manter seu cadastro atualizado, especialmente em programas sociais como o Bolsa Família, siga estas diretrizes:

-

  1. Visite regularmente o CRAS: Compareça periodicamente ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência. Lá, você poderá atualizar seus dados cadastrais e esclarecer dúvidas sobre o programa.
  2. Mantenha seus documentos em dia: Tenha sempre à mão documentos como RG, CPF, comprovante de residência atualizado e outros documentos que possam ser solicitados para atualização cadastral.
  3. Participe de chamadas públicas: Fique atento às chamadas públicas realizadas pelo governo municipal, que podem solicitar atualizações cadastrais ou reavaliações para continuidade nos programas sociais.
  4. Use os canais digitais: Utilize aplicativos ou sites oficiais do governo, quando disponíveis, para consultar seu cadastro e verificar se há necessidade de atualização.
  5. Mantenha-se informado: Esteja sempre informado sobre mudanças nos programas sociais e nos requisitos de elegibilidade, acompanhando notícias oficiais ou comunicados dos órgãos responsáveis.
  6. Comunique mudanças de vida: Informe ao CRAS sobre qualquer mudança em sua situação familiar, como nascimento de filhos, mudança de endereço ou alterações na renda familiar, que possam impactar seu cadastro.

Manter seu cadastro atualizado não apenas garante que você continue recebendo os benefícios a que tem direito, mas também facilita o acesso a novos programas sociais e ajuda na gestão eficiente dos recursos públicos destinados às famílias vulneráveis.

Como proceder em caso de BLOQUEIO?

-

  • Verifique o motivo do bloqueio: Acesse o aplicativo Caixa Tem, o site da Caixa Econômica Federal ou entre em contato com o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para entender o motivo do bloqueio do seu benefício.
  • Atualize seu cadastro: Se o bloqueio ocorreu devido a informações desatualizadas ou incompletas no Cadastro Único, providencie a atualização dos dados no CRAS. Leve documentos atualizados que comprovem sua situação familiar, como comprovante de residência, RG, CPF e comprovante de renda.
  • Siga as orientações do CRAS: Após a atualização cadastral, siga as orientações do CRAS para verificar se há outras pendências ou documentos necessários para a reativação do benefício.
  • Reavalie sua elegibilidade: Caso o bloqueio tenha ocorrido devido a mudanças na renda familiar ou na composição do grupo familiar, certifique-se de que ainda atende aos critérios de elegibilidade do Bolsa Família.
  • Peça orientação profissional: Se necessário, busque orientação de um assistente social ou advogado especializado em direitos sociais para ajudá-lo a entender seus direitos e como proceder diante do bloqueio.
  • Acompanhe o processo: Mantenha contato frequente com o CRAS para acompanhar o processo de desbloqueio do benefício e certifique-se de que todas as medidas necessárias foram tomadas para regularizar sua situação.

Vitória Tormen

Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, sou uma profissional comprometida com o desenvolvimento de conteúdos e a criação de posts otimizados para o Google News e Discover. Possuo uma vasta experiência em SEO técnico e SEO de conteúdo, garantindo que o material… Mais »