FGTSNotícias

Saque de R$ 6.220 do FGTS foi LIBERADO; saiba como solicitar

A capacidade de acessar fundos do FGTS em tempos de crise representa uma importante rede de segurança para os trabalhadores brasileiros. Recentemente, essa possibilidade foi destacada com a autorização de saques para residentes do Rio Grande do Sul afetados por severas enchentes em maio de 2024.

PODE COMEMORAR FGTS Informa sobre NOVO SALDO de ANTECIPAÇÃO para QUITAR débitos e brasileiros começam o dia feliz

Conhecida como “saque-calamidade”, essa iniciativa permite que indivíduos impactados por adversidades retirem até R$ 6.220 de suas contas. Segundo Laura Alvarenga, especialista no assunto, esse tipo de saque é projetado para oferecer suporte financeiro crucial às famílias durante períodos extremamente desafiadores.

Como funciona o Saque por Calamidade do FGTS?

O Saque por Calamidade do FGTS é uma modalidade especial que permite aos trabalhadores afetados por desastres naturais ou situações de calamidade pública acessarem parte de seus fundos do FGTS. Aqui estão os principais pontos de como funciona:

  1. Situações Elegíveis: É necessário que haja decretação de estado de calamidade pública ou situação de emergência pelo governo federal. Isso valida a possibilidade de saque para os trabalhadores residentes na área impactada.
  2. Limite de Saque: O valor máximo que pode ser retirado varia de acordo com a gravidade do evento e é definido pelo governo. Em casos recentes, como as enchentes no Rio Grande do Sul em 2024, o limite foi de até R$ 6.220 por conta.
  3. Documentação Necessária: Para solicitar o saque, é preciso apresentar documentos que comprovem residência na área afetada e a necessidade do recurso financeiro devido ao desastre. Isso geralmente inclui documentos pessoais e comprovantes de endereço.
  4. Procedimento de Solicitação: Os trabalhadores devem seguir as orientações da Caixa Econômica Federal, que administra o FGTS. Geralmente, o processo envolve o comparecimento a agências da Caixa ou o uso de canais eletrônicos para formalizar a solicitação.
  5. Prazos e Restrições: O saque por calamidade possui prazos específicos determinados pelo governo, sendo necessário acompanhar os comunicados oficiais para saber quando e como realizar a solicitação.

Esse tipo de saque é uma importante medida de apoio para os trabalhadores em momentos de crise, proporcionando recursos necessários para lidar com os impactos financeiros de desastres naturais.

-

O que é necessário para fazer o Saque-Calamidade?

Residir em uma área de desastre natural implica que sua cidade ou região tenha sido impactada por eventos como:

  • Inundações: Enchentes ou alagamentos que resultem em danos à propriedade.
  • Desabamentos: Colapso de residências, edifícios ou estruturas devido ao desastre.
  • Trombas d’água: Tempestades intensas que causem danos significativos.
  • Secas: Períodos prolongados de estiagem que afetem a produção agrícola ou a comunidade.
  • Incêndios: Queimadas de grandes proporções em áreas florestais ou urbanas.

Esses eventos são considerados critérios para que os residentes possam solicitar benefícios como o Saque-Calamidade do FGTS, mediante reconhecimento oficial de estado de calamidade pública ou emergência pelo governo federal.

-

Documentos Necessários

Segue a lista de documentos necessários para solicitar o Saque-Calamidade do FGTS:

  • Documento de identidade: RG, CNH ou carteira de trabalho.
  • CPF: Número do Cadastro de Pessoas Físicas.
  • Cartão do FGTS: Físico ou virtual.
  • Comprovante de residência: Conta de luz, água, telefone ou gás com data recente (até 120 dias).
  • Documentos que comprovem o desastre: Fotos, vídeos ou boletim de ocorrência que demonstrem os danos causados à sua residência ou região afetada.

Uma vez aprovado, o valor será depositado diretamente em sua conta bancária, facilitando o acesso aos recursos necessários durante esse período crítico.

-

Critérios para aprovação do Saque

É fundamental observar que o saque somente está disponível para residentes de localidades oficialmente reconhecidas em estado de calamidade pública. A apresentação de comprovantes de residência atualizados é crucial para validar a solicitação junto à Caixa Econômica Federal. Os pedidos devem ser realizados até 30 de junho, assegurando que os afetados possam exercer seu direito dentro do prazo estipulado.

Posso solicitar o saque-calamidade diretamente em uma agência da Caixa?

Sim, você pode solicitar o saque-calamidade diretamente em uma agência da Caixa Econômica Federal. Para isso, é necessário apresentar a documentação exigida, como documentos de identificação, comprovante de residência e documentos que evidenciem os danos causados pelo desastre natural. É recomendável verificar antecipadamente os documentos específicos exigidos pela Caixa para garantir que você tenha tudo necessário para o processo de solicitação.

Vitória Tormen

Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, sou uma profissional comprometida com o desenvolvimento de conteúdos e a criação de posts otimizados para o Google News e Discover. Possuo uma vasta experiência em SEO técnico e SEO de conteúdo, garantindo que o material… Mais »