Imposto de Renda

Mais Impostos! Prepare o bolso: veja os produtos que ficaram mais caros a partir de hoje (19/03)

Pernambuco, Bahia e Rio de Janeiro estão entre os estados que preveem os maiores aumentos na arrecadação de impostos, resultando em um aumento do valor a ser pago pelos contribuintes. Os valores estimados são de R$ 2,6 bilhões, R$ 2 bilhões e R$ 1,9 bilhão, respectivamente.

Antes da implementação da reforma tributária sobre o consumo, alguns estados estão elevando a alíquota do ICMS para compensar as perdas decorrentes de reduções fiscais anteriores.

Por exemplo, o estado de Goiás enfrentou perdas médias anuais de R$ 5,5 bilhões devido às reduções de impostos, mas não especificou o valor esperado de arrecadação adicional com o aumento da alíquota para 19%.

Já o Maranhão registrou uma queda mensal de R$ 200 milhões na arrecadação devido à redução das alíquotas sobre combustíveis, energia elétrica e serviços de comunicação, resultando em um déficit total de R$ 3,5 bilhões.

O Ceará estima arrecadar aproximadamente R$ 1,96 bilhão com a mudança no próximo ano. Enquanto o aumento do ICMS está em debate entre os estados, espera-se que mais impostos sejam pagos através do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF). Confira neste link as principais informações sobre o IRPF.

Teremos mais impostos em 2024

Em 2024, os contribuintes estão pagando mais impostos, enquanto em 2023 houve uma redução de 1% na receita dos governos estaduais em comparação com o ano anterior, totalizando R$ 776,2 bilhões, marcando a primeira queda desde 2020, de acordo com o Confaz.

-

No mesmo período, a arrecadação federal também caiu 0,12%, alcançando um total de R$ 2,358 trilhões. Janeiro registrou um recorde de ganho tributário de R$ 280,6 bilhões para a União, o maior desde 1995.

Em 2023, a arrecadação total do ICMS foi de R$ 642,1 bilhões, em comparação com R$ 666,6 bilhões em 2022, ajustados pela inflação. Houve uma queda real de 3,7% em relação ao ano anterior.

Mais imposto de renda para 2024, prepare-se

A liberação do programa ocorreu em 9 de março deste ano, mostrando uma antecipação em relação aos anos anteriores. O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda 2024 vai de 15 de março a 31 de maio, e os contribuintes que não cumprirem esse prazo podem enfrentar possíveis multas.

-

Neste ano, são obrigados a declarar o imposto de renda:

  • Todas as pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis acima do teto, a ser estipulado pela Receita;
  • Pessoas com receita bruta de atividade rural acima de R$ 142.798,50;
  • Quem realizou operações em bolsas de valores acima de R$ 40 mil;
  • Indivíduos que possuíam em 31 de dezembro posse ou propriedade de bens acima de R$ 300 mil;
  • Além de pessoas que se tornaram residentes no Brasil.

Essas pessoas devem reunir documentos como:

-

  • Informes de rendimentos;
  • Recibos de despesas médicas e educacionais;
  • CPFs dos dependentes;
  • Informes de aplicações financeiras;
  • Recibos de aluguéis pagos ou recebidos;
  • Comprovantes de aquisições (como imóveis ou veículos);
  • Comprovantes de dívidas contraídas (superiores a R$ 5 mil);
  • Documentos que mostrem a posição acionária em uma empresa.

Por outro lado, em 2024, não precisa declarar IR quem:

  • Não se enquadra em nenhuma das situações mencionadas;
  • Está registrado como dependente na declaração de outra pessoa, na qual seus rendimentos, bens e direitos foram informados, desde que seus bens privativos não ultrapassem o limite em 31 de dezembro.
Imposto de Renda - Total Crédito Brasil
Imposto de Renda – Total Crédito Brasil

Calendário de declaração do Imposto de Renda 2024

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda de 2024 (ano-base 2023) é de 15 de março a 31 de maio. Esse período é destinado aos contribuintes brasileiros para acertarem suas contas.

Vitória Tormen

Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, sou uma profissional comprometida com o desenvolvimento de conteúdos e a criação de posts otimizados para o Google News e Discover. Possuo uma vasta experiência em SEO técnico e SEO de conteúdo, garantindo que o material… Mais »