PRESENTÃO LIBERADO (26/06) para IDOSOS com mais de 65 anos e é motivo de COMEMORAÇÃO

Recentemente, uma notícia surpreendente alcançou os idosos com mais de 60 anos: eles podem ter direito a uma quantia significativa de dinheiro que estava esquecida em suas contas do PIS/PASEP.

Aposentados

Essa descoberta tem despertado o interesse de milhares de pessoas que buscam entender como acessar esses recursos.

Aqui estão as informações essenciais sobre esse benefício, incluindo quem tem direito a ele e os passos necessários para realizar o resgate. Além disso, discutiremos as atualizações relativas ao PIS/PASEP em 2024, assegurando que você esteja completamente preparado para aproveitar essa oportunidade única.

Quem tem direito às cotas do PIS/PASEP?

Têm direito às cotas do PIS/PASEP os trabalhadores que foram cadastrados no programa até 4 de outubro de 1988 e que ainda não realizaram o saque total do saldo. Além disso, é necessário se enquadrar em pelo menos uma das seguintes condições:

  1. Ter idade igual ou superior a 60 anos.
  2. Ser aposentado.
  3. Ser herdeiro de cotista falecido.
  4. Ser pessoa com deficiência.
  5. Ser participante do Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Essas condições permitem o acesso às cotas do PIS/PASEP, desde que o trabalhador não tenha efetuado o saque total do saldo existente em sua conta individual.

-

Como solicitar o resgate das cotas do PIS/PASEP?

  1. Consulta de Saldo: Primeiramente, verifique o saldo disponível nas suas cotas do PIS/PASEP. Você pode consultar isso através do site da Caixa Econômica Federal, no caso do PIS, ou do Banco do Brasil, para o PASEP, utilizando seu número NIS (PIS) ou o número de inscrição (PASEP) e senha cadastrada.
  2. Documentação Necessária: Reúna a documentação necessária, que geralmente inclui documento de identificação com foto (RG ou CNH) e CPF.
  3. Opções de Atendimento:
    • Caixa Econômica Federal (PIS): Se você tem conta na Caixa, o crédito é feito automaticamente. Caso contrário, dirija-se a uma agência da Caixa com seu documento de identificação para solicitar o saque.
    • Banco do Brasil (PASEP): Se você é correntista do Banco do Brasil, o crédito é feito diretamente na conta. Caso contrário, também é necessário comparecer a uma agência do Banco do Brasil com os documentos solicitados.
  4. Atendimento Presencial: No caso de necessidade de atendimento presencial, é recomendável verificar o horário de funcionamento das agências e agendar um atendimento, se possível, para evitar esperas.
  5. Saque: Após a solicitação e a análise dos documentos, o saldo das cotas do PIS/PASEP será disponibilizado para saque conforme os procedimentos estabelecidos pela instituição financeira.

É importante estar com a documentação completa e atualizada para facilitar o processo de solicitação de resgate das cotas do PIS/PASEP.

-

Quanto posso receber das cotas do PIS/PASEP?

O valor das cotas do PIS/PASEP varia de acordo com o tempo de trabalho e o saldo acumulado na conta individual do trabalhador. Não há um valor fixo pré-determinado, pois cada pessoa pode ter acumulado um saldo diferente ao longo dos anos de trabalho registrado até 4 de outubro de 1988.

Para saber exatamente quanto você pode receber das cotas do PIS/PASEP, é necessário consultar o saldo disponível na sua conta individual. Isso pode ser feito através do site da Caixa Econômica Federal para o PIS ou do Banco do Brasil para o PASEP, utilizando seu número NIS (PIS) ou o número de inscrição (PASEP) e senha cadastrada.

-

O que é o PIS?

O Programa de Integração Social (PIS) é uma iniciativa do governo federal destinada a integrar os trabalhadores brasileiros ao desenvolvimento econômico e social do país.

Por meio deste programa, as empresas privadas são obrigadas a realizar contribuições mensais para um fundo que financia diversos benefícios aos seus funcionários, como o Seguro-Desemprego e o Abono Salarial.

O registro no PIS ocorre apenas uma vez, no momento em que o trabalhador tem sua carteira de trabalho assinada pela primeira vez. Portanto, não é necessário realizar um novo cadastro a cada novo emprego.

Vitória Tormen

Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, sou uma profissional comprometida com o desenvolvimento de conteúdos e a criação de posts otimizados para o Google News e Discover. Possuo uma vasta experiência em SEO técnico e SEO de conteúdo, garantindo que o material… Mais »