Moeda de 10 centavos está sendo vendida por R$ 800; já pensou ter uma dessas perdidas?

Você pagaria centenas de reais por algumas moedas de 10 centavos? A maioria das pessoas diria que isso é loucura, pois cada moeda tem um valor definido desde a sua fabricação. Em qualquer lugar do Brasil, uma moeda de 10 centavos vale exatamente isso.

Moedas de 10 Centavos Raras e Antigas

No entanto, no universo da numismática, essa regra nem sempre se aplica. Algumas moedas de baixo valor monetário podem alcançar valores impressionantes. Esse é o caso de três moedas de 10 centavos que estão valendo mais de R$ 800 devido à sua raridade.

O que é numismática?

Nos últimos tempos, a numismática tem despertado cada vez mais interesse no Brasil. As moedas chamam a atenção por suas características históricas e culturais, e a admiração cresce ainda mais quando possuem alguma característica especial que as torna incomuns.

Geralmente, as pessoas não ficam muito animadas ao encontrar moedas na carteira, já que valem pouco no país. Quem realmente comemora ao receber moedas são as crianças, que ainda não entendem o valor de cada modelo.

Contudo, mesmo que as moedas não façam muito sucesso no Brasil, algumas podem valer muito mais do que você imagina. Isso é possível graças aos numismatas, que estão dispostos a pagar verdadeiras fortunas por peças raras.

-

A numismática se refere ao estudo, pesquisa e especialização em cédulas, moedas e medalhas sob os aspectos histórico, artístico e econômico. O termo também é usado para caracterizar o ato de colecionar esses itens.

Moedas de 10 centavos consideradas valiosas

Se você tem moedas de 10 centavos na carteira, fique atento, pois elas podem valer muito dinheiro. Isso se aplica a modelos fabricados em anos específicos, que se valorizaram devido à antiguidade.

Nos últimos tempos, moedas fabricadas nos anos de 1998, 1999 e 2000 têm despertado o interesse dos colecionadores. Essas peças são procuradas por dois fatores principais: antiguidade e baixa tiragem.

-

Essas são algumas das principais características que valorizam as moedas no Brasil. Além desses fatores, colecionadores também buscam itens com erros de cunhagem ou fabricados exclusivamente para celebrar datas ou eventos específicos.

As moedas de 10 centavos mencionadas neste texto se valorizaram devido à antiguidade e baixa tiragem, tornando-se difíceis de encontrar. A Casa da Moeda fabricou poucas unidades nesses anos, aumentando ainda mais seu valor. Confira as tiragens daqueles anos:

  • 1998: 141,5 milhões
  • 1999: 9,62 milhões
  • 2000: 26,9 milhões

As menores tiragens anuais foram em 1999 e 2000. A quantidade dos outros anos superou 100 milhões, como em 1998. Isso demonstra a dificuldade em encontrar essas moedas, devido à baixa tiragem e ao longo tempo desde sua fabricação, especialmente considerando que a Casa da Moeda produziu bilhões de outras moedas de 10 centavos desde 2020.

-

Estado de conservação resulta no valor das moedas

As moedas recebem classificações baseadas no seu estado de conservação. A primeira classificação é chamada de flor de cunho (FC), que se refere a moedas que não circularam e estão sem qualquer sinal de desgaste ou manuseio, ou seja, em perfeito estado de conservação.

O estado de soberba (SOB) refere-se a moedas que mantêm aproximadamente 90% dos detalhes da cunhagem original. Essas são moedas que tiveram uma pequena circulação e estão bem preservadas.

As moedas muito bem conservadas (MBC) apresentam mais sinais de manuseio e uso, mantendo cerca de 70% dos detalhes da cunhagem original. O desgaste deve ser homogêneo, sem áreas excessivamente desgastadas.

Especialistas recomendam armazenar moedas em saquinhos plásticos ou papel filme e manuseá-las com luvas para evitar desgaste. Moedas que mantêm suas formas originais valem mais do que aquelas gastas.

Segundo o Catálogo Amigo, cada moeda de 10 centavos de 1998, 1999 e 2000 pode ser vendida por valores que variam de R$ 3,25 a R$ 450, dependendo do estado de conservação. Quanto menor a tiragem, maior tende a ser o valor da moeda, devido à dificuldade de encontrá-la.

Quem possui todas as três moedas no estado flor de cunho pode faturar até R$ 810, um valor considerável para peças que, teoricamente, valem apenas 30 centavos.

Como vender os itens na internet?

Interessados em vender moedas raras para colecionadores podem seguir estas dicas:

  • Participar de grupos de colecionadores em redes sociais, como o Facebook.
  • Visitar lojas especializadas na compra e venda de moedas raras, tanto físicas quanto online.
  • Participar de leilões, especialmente de itens com alto valor.
  • Utilizar plataformas online como Mercado Livre e Shopee, que possuem muitos usuários interessados em colecionar esses itens.

Além disso, é importante aumentar o conhecimento sobre numismática e ganhar experiência no mercado para obter preços justos. Leilões oferecem um ambiente competitivo, aumentando as chances de vender moedas a preços mais elevados.

William Tormen

Ao longo da minha trajetória profissional, me dediquei à especialização em conteúdo para Google News e Discover, acumulando mais de 18 anos de experiência nesse segmento. Na minha jornada, ascendi à posição de CEO de uma Agência Digital e me tornei sócio em outras agências,… Mais »