R$ 50 reais EXTRA todo mês na conta DESSES beneficiários do Cadastro Único; entenda o motivo da liberação mensal

Diante da crescente demanda por acesso à internet para fins educacionais, o Governo Federal está expandindo suas iniciativas de inclusão digital. Recentemente, o Ministério das Comunicações anunciou uma nova fase do programa Internet Brasil, com o intuito de beneficiar 100 mil estudantes provenientes de famílias cadastradas no Cadastro Único (CadÚnico).

COMUNICADO GERAL: Governo obriga inscritos do CadÚnico fazer atualização cadastral e brasileiros já estão ficando sem acesso ao aplicativo

Objetivo do Programa

O programa Internet Brasil tem como objetivo primordial democratizar o acesso à internet para estudantes da rede pública de ensino básico, visando não apenas melhorar o desempenho acadêmico, mas também promover a permanência dos alunos na escola.

A disponibilidade gratuita de internet é uma ferramenta essencial na redução da desigualdade digital e na promoção da inclusão social. A distribuição dos chips proporcionará uma economia estimada em R$ 50 por mês para os estudantes, valor que normalmente seria gasto em planos de dados móveis.

Essa economia pode ser significativa para famílias de baixa renda, contribuindo para o alívio do orçamento doméstico.

Impacto na Vida dos Estudantes

Acesso à informação, o benefício proporciona uma economia de quase R$ 50 por mês em planos de dados, o que representa um alívio significativo para muitas famílias. Esse valor pode ser realocado para outras necessidades essenciais, melhorando assim a qualidade de vida dos beneficiários.

-

Critérios de Elegibilidade

Para receber o chip, o aluno deve satisfazer alguns critérios específicos. É necessário estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico), possuir um dispositivo móvel, ser aluno da educação básica na rede pública de ensino (a partir do 3º ano), e não estar utilizando chip de outros programas governamentais.

Além disso, é imprescindível atender aos critérios específicos de distribuição estabelecidos pela escola. Essas diretrizes visam assegurar que os benefícios sejam direcionados aos alunos que mais necessitam, maximizando o impacto positivo do programa.

-

A iniciativa do Governo Federal de fornecer internet gratuita para estudantes de famílias de baixa renda representa um avanço significativo na inclusão digital e social. Ao ampliar o acesso à informação, o programa Internet Brasil contribui para a retenção escolar e para a melhoria do desempenho acadêmico dos alunos.

A economia de aproximadamente R$ 50 por mês em planos de dados representa um benefício adicional que alivia o orçamento familiar, permitindo direcionar recursos para outras áreas essenciais. Com a expansão do programa, espera-se que um número maior de estudantes possa se beneficiar dessa importante iniciativa.

Como fazer parte do programa?

Para participar do programa Internet Brasil e ter acesso ao chip de internet gratuito, os interessados devem seguir os seguintes passos:

-

  1. Estar Inscrito no Cadastro Único (CadÚnico): É necessário que o aluno esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O CadÚnico é utilizado para identificar e selecionar famílias de baixa renda que possam participar de programas sociais.
  2. Ser Aluno da Educação Básica na Rede Pública de Ensino: O programa destina-se a estudantes que estejam matriculados na educação básica (a partir do 3º ano) em escolas públicas.
  3. Possuir um Dispositivo Móvel: Os beneficiários precisam ter acesso a um dispositivo móvel (como smartphone ou tablet) para utilizar o chip de internet que será fornecido.
  4. Não Possuir Chip de Outros Programas do Governo: É importante não estar utilizando chip de internet fornecido por outros programas governamentais para poder se beneficiar do programa Internet Brasil.

Além desses requisitos gerais, é necessário atender aos critérios específicos de distribuição estabelecidos pela escola em que o aluno está matriculado. Esses critérios variam e são determinados para garantir que os benefícios sejam direcionados aos estudantes que mais necessitam.

Portanto, para ingressar no programa e usufruir dos benefícios da internet gratuita, os interessados devem verificar a disponibilidade e os procedimentos específicos em sua escola e estar em conformidade com os requisitos estabelecidos pelo Ministério das Comunicações.

Vitória Tormen

Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, sou uma profissional comprometida com o desenvolvimento de conteúdos e a criação de posts otimizados para o Google News e Discover. Possuo uma vasta experiência em SEO técnico e SEO de conteúdo, garantindo que o material… Mais »