R$ 142 EXTRA somente hoje (29/06) para essa seleção de NIS do BOLSA FAMÍLIA; confira como obter

O Bolsa Família é o maior programa de transferência de renda do Brasil, reconhecido internacionalmente por seu papel crucial em retirar milhões de famílias da condição de vulnerabilidade alimentar.

Bolsa Família chega ao fim e desespera brasileiros que dependem do auxílio; entenda esses rumores

Recentemente relançado pelo Governo Federal, o programa foi reestruturado para oferecer maior proteção às famílias, com um modelo de benefício que leva em consideração o tamanho e as características familiares. Famílias com três ou mais membros receberão um valor maior em comparação àquelas compostas por apenas uma pessoa.

Além de prover assistência financeira, o Bolsa Família visa promover a dignidade e a cidadania das famílias através de ações complementares, articuladas com outras políticas sociais, visando a superação da pobreza e a transformação social. Isso inclui iniciativas nas áreas de esporte, ciência e trabalho.

Quem tem direito ao programa social?

Para ser elegível ao Bolsa Família, a principal exigência é que a renda mensal por pessoa da família não ultrapasse R$ 218. Por exemplo, se um membro da família recebe um salário mínimo (R$ 1.412) e essa família é composta por sete pessoas, a renda per capita é de R$ 201,71. Como esse valor está abaixo do limite estabelecido de R$ 218 por pessoa, a família tem direito a receber o benefício.

Como Receber?

-

Para iniciar o processo de participação no Bolsa Família, é fundamental estar devidamente cadastrado no Cadastro Único, com informações precisas e atualizadas. O cadastramento pode ser realizado nos postos de atendimento da assistência social dos municípios, como os Centros de Referência da Assistência Social (CRAS).

Durante o cadastro, é necessário apresentar o CPF ou o título de eleitor. É importante ressaltar que a inscrição no Cadastro Único não garante entrada imediata no Bolsa Família.

Mensalmente, o programa realiza uma seleção automatizada para identificar as famílias que serão incluídas e começarão a receber o benefício.

Benefícios Financeiros

-

A transferência de renda do Programa Bolsa Família consiste em benefícios financeiros concedidos às famílias, cujos valores são determinados conforme estabelecido em regulamento:

  • Benefício de Renda de Cidadania: R$ 142,00 por membro da família, destinado a todas as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família.
  • Benefício Complementar: Calculado pela diferença entre a soma dos benefícios recebidos e R$ 600,00, para famílias cuja soma seja inferior a este valor.
  • Benefício Primeira Infância: R$ 150,00 por criança, destinado a famílias com crianças de 0 a 7 anos incompletos.
  • Benefício Variável Familiar: R$ 50,00 para famílias que possuem gestantes, nutrizes, crianças de 7 a 12 anos incompletos ou adolescentes de 12 a 18 anos incompletos.
  • Benefício Extraordinário de Transição: Destinado a famílias beneficiárias do Programa Auxílio Brasil, calculado pela diferença entre o valor recebido em maio de 2023 e o valor recebido em junho de 2023.

Como manter atualizado o cadastro?

  1. Visita regular ao CRAS: É fundamental fazer visitas periódicas ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo de sua residência. Lá, você pode atualizar suas informações cadastrais e obter orientações sobre programas sociais.
  2. Documentação atualizada: Mantenha seus documentos pessoais e familiares sempre atualizados. Isso inclui RG, CPF, comprovante de residência recente, certidões de nascimento, casamento ou divórcio, carteira de trabalho, entre outros que comprovem a renda e a composição familiar.
  3. Comunicação de mudanças: Informe ao CRAS sempre que houver alterações na composição familiar, como nascimentos, óbitos, casamentos, separações, mudanças de endereço ou qualquer mudança na renda familiar.
  4. Participação em atualizações: Esteja atento às convocações do CRAS para atualização cadastral. Eles podem realizar visitas domiciliares ou solicitar que você compareça pessoalmente para verificar as informações.
  5. Utilização dos serviços do CadÚnico: Além de manter os dados atualizados, é importante utilizar os serviços oferecidos pelo CadÚnico para acessar benefícios sociais, como o Bolsa Família e outros programas de transferência de renda.

-

Manter o cadastro atualizado não apenas garante que você e sua família recebam os benefícios corretamente, mas também contribui para a eficiência dos programas sociais e para a elaboração de políticas públicas voltadas para a população de baixa renda.

Vitória Tormen

Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, sou uma profissional comprometida com o desenvolvimento de conteúdos e a criação de posts otimizados para o Google News e Discover. Possuo uma vasta experiência em SEO técnico e SEO de conteúdo, garantindo que o material… Mais »