Total Crédito Brasil
Somos um site especializado em finanças, oferecendo informações atualizadas sobre crédito, cartões de crédito, instituições bancárias, fintechs e benefícios sociais.

Novo RG e CPF gera muitas dúvidas em brasileiros após intimação do governo, confira na matéria!

A modernização dos documentos pessoais, como o novo RG e CPF, é essencial em um cenário cada vez mais digitalizado. Eles são fundamentais para várias atividades do dia a dia, desde transações bancárias até compras online.

Manter esses documentos atualizados é crucial para garantir segurança e facilidade nas interações sociais e comerciais. Eles se adaptam às demandas contemporâneas, simplificando processos e fortalecendo a identificação civil.

Manter o RG e CPF atualizados é vital para evitar complicações futuras e assegurar a validade dos documentos. No entanto, muitas pessoas acabam adiando essa responsabilidade, o que pode resultar em problemas.

Com a evolução tecnológica e as mudanças regulatórias, é indispensável manter os registros atualizados para evitar questões legais e burocráticas no futuro. Além de cumprir obrigações legais, a atualização dos documentos facilita a recuperação em casos de perda ou roubo, reduzindo os riscos de fraudes e uso indevido de identidade.

-

Em situações como concursos públicos e processos seletivos, a falta de documentos atualizados pode impedir a participação do indivíduo, ressaltando a importância da regularização.

Portanto, é fundamental que os cidadãos estejam atentos à validade de seus documentos e realizem a atualização regularmente para evitar problemas. As mudanças recentes nos documentos de identidade, como a unificação com o novo RG, têm sido bem recebidas em todo o Brasil.

-

Mudanças no novo RG e CPF

O novo RG simplifica o processo de emissão ao utilizar o número do CPF como registro geral em todo o país. Para adquiri-lo, basta acessar o portal responsável em seu estado, preparar os documentos necessários e enviar a solicitação online, com a opção de agendar a retirada ou entrega em casa.

Existem duas versões do novo RG: digital e física. O antigo modelo continuará válido até 28 de fevereiro de 2032, então a troca imediata não é obrigatória. Tanto a primeira via quanto a renovação do documento são gratuitas.

-

No entanto, se alguém perder sua carteira de identidade e precisar de uma segunda via, poderá ser necessário pagar uma taxa simbólica, determinada por cada unidade federativa. No antigo modelo, cada estado ou o Distrito Federal emitia seu próprio RG, resultando em até 27 versões diferentes com números distintos para a mesma pessoa. Na nova versão, não há número próprio; o documento utiliza o CPF para identificação. Ele possui apenas um campo para nome, sem diferenciação entre registro civil e nome social, e não especifica o sexo.

A nova identidade possui um QR Code para verificar a autenticidade do documento, útil para identificar roubo ou extravio. Além disso, inclui um código MRZ, padrão internacional comum em passaportes, o que a torna um documento válido para viagens.

Qual é o prazo de validade do novo RG e CPF?

Para idades de 0 a 12 anos, a validade é de 5 anos. Para idades entre 12 e 60 anos, a validade é de 10 anos. A partir dos 60 anos, a validade é indeterminada.

-

Informações compõem o novo RG e CPF

Os elementos do novo RG incluem:

  • Nome completo e, se aplicável, nome social;
  • Número de CPF;
  • Sexo;
  • Data de nascimento;
  • Nacionalidade ou local de nascimento;
  • Assinatura do titular (opcional em casos de analfabetismo, deficiência ou incapacidade temporária);
  • Nomes dos pais (quando disponíveis);
  • Detalhes sobre a emissão do documento;
  • QR Code para verificação eletrônica;
  • Informações sobre tipo sanguíneo;
  • Informações sobre doação de órgãos.
Novo RG com +1 Benefício chega diretamente idosos com 60,61,62,63,64 anos pra cima

Estados já emitem o novo RG e CPF

Os estados brasileiros incluem:

  • Acre;
  • Alagoas;
  • Goiás;
  • Mato Grosso;
  • Minas Gerais;
  • Pernambuco;
  • Piauí;
  • Paraná;
  • Rio de Janeiro;
  • Rio Grande do Sul;
  • Santa Catarina.

Como atualizar novo o RG e CPF?

Para solicitar o novo RG, visite o órgão emissor da sua cidade com sua certidão de nascimento ou casamento. As secretarias de Segurança Pública do Distrito Federal e de cada estado emitem o documento.

Embora não seja possível obter o novo RG pelo celular, uma versão digital é disponibilizada após a emissão presencial. Acesse o aplicativo RG Digital do estado onde você emitiu o documento e escaneie o QR Code no verso da versão física para acessá-lo.

Para baixar o novo RG pelo celular:

  1. Vá à loja de aplicativos do seu celular;
  2. Busque pelo app RG Digital do estado onde você emitiu o documento;
  3. Instale o app e selecione “Adicionar RG”;
  4. Escaneie o QR Code no verso de seu documento físico;
  5. Faça o reconhecimento facial;
  6. Crie uma senha de acesso para visualizar o documento.

A versão digital do RG só pode ser obtida após a emissão do novo documento físico com QR Code. Solicite a versão digital no app do Gov.br após emitir o documento físico.

Quanto ao CPF, embora não haja mais um cartão físico, é crucial mantê-lo atualizado. Para regularizar ou alterar o CPF:

  1. Acesse o site de Regularização ou Alteração de CPF da Receita Federal;
  2. Preencha os dados pessoais e seu endereço no formulário exibido;
  3. Envie o formulário e anote o protocolo.

Regularize o CPF se estiver suspenso e altere os dados se estiver regular.