CRAS liberou um ‘presente’ para ESSES beneficiários que fizeram isso no último saque

Hoje (02/06) o CRAS traz ótimas notícias para milhões de brasileiros. O agendamento no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) está disponível para os beneficiários do Bolsa Família, um dos principais programas de apoio à população em situação de vulnerabilidade social do Brasil. Se o último dígito do seu CPF for 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 ou 9, você pode agendar seu atendimento agora mesmo.

CRAS libera hoje (01/03) mais visitas para NIS com final 1,2,3,4,5,6,7,8,9 e 0 e brasileiros festejam
Foto: reprodução

Como realizar o agendamento

Para agendar o cadastro ou atualização no Bolsa Família, os beneficiários têm à disposição diversas opções, adequadas à sua localização ou preferência pessoal:

  • Acessar o site ou aplicativo do CadÚnico para verificar a disponibilidade e agendar o atendimento;
  • Verificar a disponibilidade de agendamento no site da prefeitura local;
  • Entrar em contato diretamente pelos números de telefone 111 ou 121, serviços de atendimento ao cidadão.

É relevante ressaltar que, embora a visita ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) possa ser necessária presencialmente, muitos dos procedimentos iniciais podem ser realizados digitalmente, o que simplifica e acelera o processo de atendimento.

O que é o CadÚnico 

-

O Cadastro Único (CadÚnico) desempenha um papel fundamental como uma ferramenta governamental destinada a identificar famílias de baixa renda, permitindo o acesso a programas sociais como o Bolsa Família. Essa plataforma é essencial tanto para a coleta de dados socioeconômicos quanto para a implementação de políticas públicas mais eficientes.

Manter o cadastro atualizado é de suma importância, pois é por meio dele que o governo verifica as condições de elegibilidade das famílias para continuarem como beneficiárias do programa. Mudanças, como alterações de endereço, situação de emprego ou composição familiar, devem ser prontamente comunicadas ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Embora atualizar os dados pessoais possa parecer um procedimento burocrático, é um passo crucial para garantir que as assistências recebidas estejam sempre alinhadas com as necessidades atuais da família. Essa prática não apenas assegura o recebimento correto dos benefícios, mas também protege o programa contra fraudes e uso indevido.

Sou MEI tenho direito ao CadÚnico?

-

Sim, o Microempreendedor Individual (MEI) tem o direito de se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico). O CadÚnico é uma ferramenta do governo brasileiro destinada a identificar famílias de baixa renda para acesso a programas sociais, mas sua abrangência não se limita apenas a esse grupo específico.

O MEI pode utilizar o CadÚnico para atualizar seus dados socioeconômicos e garantir que sua situação esteja devidamente registrada para possíveis benefícios e políticas públicas. No entanto, a inscrição no CadÚnico não é obrigatória para o MEI, mas pode ser útil para acessar determinados programas e políticas sociais, além de manter seus registros atualizados junto ao governo.

Como evitar bloqueio?

-

Para evitar o bloqueio do Cadastro Único (CadÚnico), é essencial seguir algumas práticas importantes:

  1. Manter os dados atualizados: Informe qualquer mudança relevante na composição familiar, renda, endereço, contato telefônico ou situação de trabalho. Essas atualizações podem ser feitas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou nos pontos de atendimento designados pelo governo.
  2. Cumprir os requisitos do programa: Certifique-se de que sua família atende a todos os critérios exigidos para participar dos programas sociais. Isso inclui manter a renda familiar dentro dos limites estabelecidos para cada benefício.
  3. Participar das atividades obrigatórias: Alguns programas sociais exigem a participação em atividades específicas, como acompanhamento de saúde, frequência escolar para crianças e adolescentes, ou atividades de capacitação profissional. Cumprir essas obrigações é fundamental para manter os benefícios.
  4. Fornecer informações precisas: Ao preencher formulários ou responder a entrevistas para atualização do cadastro, certifique-se de fornecer informações precisas e completas. Qualquer inconsistência nos dados pode levar ao bloqueio ou até mesmo à exclusão do programa.
  5. Atender aos prazos: Esteja ciente dos prazos estabelecidos para atualização cadastral, renovação de benefícios ou participação em atividades obrigatórias. Não deixe de cumprir esses prazos para evitar problemas futuros.

Seguindo essas orientações, você pode ajudar a garantir que seu CadÚnico permaneça ativo e que você continue a receber os benefícios sociais para os quais é elegível.

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. AceitarLer mais