CRAS emite nota CONFIRMANDO 15 litros de leite para beneficiários; consulte as condições

O Governo do Estado de São Paulo opera o Projeto Estadual do Leite VIVALEITE, uma iniciativa voltada para o fornecimento de leite enriquecido a crianças e idosos de baixa renda. Em contraste com o programa federal Bolsa Família, este programa é exclusivo do estado de São Paulo e visa especialmente a prevenção da anemia por deficiência de ferro.

Foto: reprodução

Este projeto beneficia uma parcela específica da população, destacando a importância da manutenção do cadastro atualizado e da verificação dos requisitos necessários para a elegibilidade ao benefício.

15 litros de leite todo mês pelo seu CRAS

Em vigor desde 1993, o Projeto VIVALEITE foi estabelecido para atender a população vulnerável, proporcionando um complemento alimentar seguro. O projeto distribui leite pasteurizado enriquecido com Ferro e Vitaminas A e D, com o objetivo primordial de melhorar a saúde nutricional de crianças entre 6 meses e 6 anos, além de idosos com mais de 60 anos.

Para o ano de 2024, está prevista a distribuição de 50 milhões de litros do alimento, beneficiando aproximadamente 284 mil pessoas por mês. Para se tornar beneficiário do VIVALEITE, é necessário atender a certos critérios específicos.

Na capital e Região Metropolitana de São Paulo, famílias com crianças de 6 meses a 6 anos e idosos acima de 60 anos podem se inscrever, desde que a renda familiar não ultrapasse dois salários mínimos (R$ 2.824). Importante ressaltar que famílias com renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 706) têm prioridade na recepção do benefício nesta região.

-

No interior e no litoral do estado, o programa prioriza crianças na mesma faixa etária cujas famílias tenham renda mensal de até um quarto do salário mínimo por pessoa (R$ 353).

Como receber o leite no CRAS?

Para garantir o recebimento mensal dos 15 litros de leite do VIVALEITE, o primeiro passo é realizar o cadastro no Cadastro Único (CadÚnico) por meio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo.

Este cadastro é fundamental para obter o Número de Identificação Social (NIS), necessário para participar de diversos programas sociais do governo.

-

Após o cadastro, o próximo passo é entrar em contato com uma entidade social parceira do VIVALEITE. Essas entidades são responsáveis pela distribuição da bebida e podem ser localizadas utilizando um mapa geolocalizador disponível no site oficial do programa.

Manter os dados atualizados no CadÚnico é crucial para continuar recebendo o benefício. Qualquer modificação na composição familiar, endereço ou renda deve ser comunicada ao CRAS do município. Esta atualização assegura a correção das informações e previne interrupções na entrega do benefício.

O leite fornecido pelo VIVALEITE representa uma fonte importante de nutrientes, especialmente para crianças em crescimento e idosos que necessitam de reforço nutricional. Estudos demonstram que a anemia por deficiência de ferro impacta negativamente o desenvolvimento infantil, tornando o consumo regular dessa bebida fortificada essencial para promover a saúde e o bem-estar dessas populações.

-

Outras vantagens do CRAS

O CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) oferece uma série de vantagens e serviços essenciais para a comunidade, além de ser uma porta de entrada para diversos programas sociais do governo. Entre as vantagens do CRAS estão:

  1. Assistência Social Integral: O CRAS proporciona atendimento e acompanhamento social às famílias em situação de vulnerabilidade, buscando promover a inclusão e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.
  2. Cadastro Único (CadÚnico): É através do CRAS que as famílias podem se cadastrar no CadÚnico, um banco de dados essencial para acesso a programas como Bolsa Família, VIVALEITE e outros benefícios sociais.
  3. Orientação e Encaminhamento: Oferece orientações sobre direitos sociais e encaminha os usuários para serviços especializados conforme suas necessidades, como saúde, educação, capacitação profissional e inclusão produtiva.
  4. Grupos de Convivência: Promove a integração social através de atividades em grupo, como cursos, oficinas, palestras e encontros comunitários, fortalecendo o convívio social e a troca de experiências.
  5. Mediação de Conflitos: Ajuda na resolução de conflitos familiares e comunitários, oferecendo apoio psicossocial e orientação para superar dificuldades interpessoais.
  6. Proteção Social Básica: Realiza ações de prevenção de situações de risco, como violência doméstica, abuso infantil e exploração do trabalho infantil, promovendo a proteção social básica para garantir a segurança e o bem-estar das famílias.
  7. Atendimento Especializado: Conta com equipes capacitadas para atender demandas específicas, como pessoas com deficiência, idosos, crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.
  8. Acompanhamento Familiar: Realiza visitas domiciliares para acompanhamento das famílias, identificação de necessidades e promoção de ações para o desenvolvimento pessoal e familiar.
  9. Capacitação e Inclusão Produtiva: Oferece cursos de capacitação profissional e oportunidades de inclusão produtiva, visando à autonomia econômica das famílias atendidas.
  10. Articulação com a Rede de Serviços: Atua em parceria com outras instituições públicas e privadas, fortalecendo a rede de proteção social e ampliando o acesso da população aos serviços essenciais.

Essas vantagens destacam a importância do CRAS como um espaço de acolhimento, orientação e promoção da cidadania, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e para a inclusão social das comunidades atendidas.

Vitória Tormen

Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, sou uma profissional comprometida com o desenvolvimento de conteúdos e a criação de posts otimizados para o Google News e Discover. Possuo uma vasta experiência em SEO técnico e SEO de conteúdo, garantindo que o material… Mais »