Total Crédito Brasil
Somos um site especializado em finanças, oferecendo informações atualizadas sobre crédito, cartões de crédito, instituições bancárias, fintechs e benefícios sociais.

Bolsa Família HOJE (06/04): Veja quem terá direito ao adicional de R$ 150 em abril

Desde a revisão do programa Bolsa Família, o Governo Federal tem alocado recursos adicionais para ampliar as quantias destinadas aos beneficiários, exemplificado pelo suplemento de R$ 150, concedido mediante critérios específicos de cada núcleo familiar.

É imperativo salientar que, não obstante essas vantagens adicionais, as parcelas mensais são submetidas a um patamar mínimo determinado por legislação, assegurando a todas as famílias inscritas no programa um montante mínimo de R$ 600.

Bolsa Família passa por reformulação em 2024

Recentemente, o Governo Federal anunciou a implementação de uma nova estratégia para a avaliação dos registros na lista do programa social. Essa iniciativa implica a adoção de tecnologias de inteligência artificial visando uma identificação mais precisa dos beneficiários que permanecem elegíveis conforme os critérios estabelecidos.

-

Embora os detalhes operacionais do procedimento interno não tenham sido divulgados, antecipa-se que haverá uma análise cruzada dos dados do Cadastro Único. Este destaque ressalta a importância da atualização contínua das informações no sistema para manter a elegibilidade dos beneficiários.

Para efetuar atualizações cadastrais, como alterações de endereço e revisões de limite de renda, os beneficiários têm a opção de dirigir-se a um posto de atendimento designado ou buscar orientações junto ao Centro de Referência em Assistência Social (CRAS). Ademais, é viável contatar o Disque Social do Governo através do telefone 121 para receber suporte e esclarecimentos sobre o procedimento.

-

Como consultar o Bolsa Família?

Os beneficiários têm a possibilidade de verificar o saldo e os benefícios aprovados em seu cadastro por meio do aplicativo oficial do programa, acessível em dispositivos com sistemas operacionais Android e iOS.

Para ter acesso, é requerido o fornecimento dos dados de login ou a criação de uma conta, caso ainda não tenham feito. No menu do aplicativo, os usuários encontrarão diversas opções, incluindo a consulta mencionada, bem como a capacidade de efetuar transferências bancárias. Vale destacar que essa funcionalidade também está disponível no aplicativo Caixa Tem.

-

Calendário de pagamentos Bolsa Família de abril

O Governo Federal já anunciou o cronograma de pagamentos para o mês de abril, com a primeira parcela programada para iniciar em 17/4, seguindo uma estrutura de escalonamento baseada no último dígito do NIS (Número de Identificação Social). A seguir, estão listadas as datas correspondentes aos pagamentos:

  • NIS terminado em 1: 17 de abril de 2024;
  • NIS terminado em 2: 18 de abril de 2024;
  • NIS terminado em 3: 19 de abril de 2024;
  • NIS terminado em 4: 22 de abril de 2024;
  • NIS terminado em 5: 23 de abril de 2024;
  • NIS terminado em 6: 24 de abril de 2024;
  • NIS terminado em 7: 25 de abril de 2024;
  • NIS terminado em 8: 26 de abril de 2024;
  • NIS terminado em 9: 29 de abril de 2024;
  • NIS terminado em 0: 30 de abril de 2024.

Bolsa Família libera benefício de R$150,00

Todos os benefícios suplementares do Bolsa Família permanecem confirmados para o mês de abril, incluindo o adicional de R$ 150, o qual requer a presença de uma criança de até seis anos na composição familiar para ser elegível. É crucial destacar que tais benefícios são cumulativos, o que implica que se houver mais de uma criança nessa faixa etária, por exemplo, duas, o valor do benefício será duplicado para R$ 300, mantendo-se esse padrão de incremento para cada criança adicional.

-

Além disso, outros benefícios suplementares continuam vigentes no programa, tais como R$ 50 destinados a gestantes, R$ 50 para jovens com idade entre sete e 18 anos incompletos, e R$ 50 para bebês com até seis meses de idade. Independentemente dos valores adicionais recebidos, é assegurado que todas as famílias inscritas no programa recebam uma parcela mínima de R$ 600.