Benefício Primeira Infância do Bolsa Família LIBERA mais de R$ 3 mil para crianças

Milhões de crianças estão sendo beneficiadas com o Benefício de Renda de Cidadania do Bolsa Família neste mês de junho. O Governo Federal destina bilhões de reais para sustentar o maior programa social do país, cujo objetivo principal é fornecer apoio financeiro às pessoas em situação de vulnerabilidade social e econômica, permitindo que as famílias melhorem sua condição financeira com dignidade.

Dinheiro

O Bolsa Família inclui o Benefício de Renda de Cidadania, que assegura o pagamento de R$ 142 para cada membro da família cadastrado no Cadastro Único (CadÚnico).

Se considerada isoladamente, a regra estipularia que famílias unipessoais receberiam R$ 142 mensais. Da mesma forma, famílias compostas por até quatro pessoas teriam um limite de R$ 568 (R$ 142 x 4 = R$ 568) por mês.

No entanto, o governo garante um pagamento mínimo de R$ 600 para cada beneficiário do Bolsa Família. Portanto, o valor do benefício não pode ser inferior a esse montante, exceto para aqueles que tenham optado pelo Auxílio Consignado, cujos descontos do empréstimo são aplicados sobre o valor do benefício.

Governo paga benefícios adicionais aos segurados

Em 2023, o governo implementou o pagamento de benefícios adicionais aos beneficiários do Bolsa Família, uma iniciativa que continua em vigor em 2024. Um dos principais benefícios é o Benefício Primeira Infância, que proporciona um acréscimo de R$ 150 para cada criança com até seis anos de idade.

-

Assim, famílias com crianças nessa faixa etária recebem um valor adicional por cada criança. Por exemplo, um casal com três filhos de 2, 4 e 6 anos recebe inicialmente R$ 710 (R$ 142 x 5 = R$ 710) e mais R$ 450 (R$ 150 x 3 = R$ 450) pelo Benefício Primeira Infância, totalizando um benefício de R$ 1.160.

Essa variação explica por que algumas famílias recebem o valor mínimo de R$ 600, enquanto outras podem receber mais de R$ 1.000 mensalmente. Em resumo, o valor do benefício é determinado pela composição familiar e pelas particularidades que influenciam o pagamento feito pelo governo.

Bolsa Família contempla 9,38 milhões de crianças em junho

É importante observar que crianças em famílias enquadradas na Regra de Proteção não recebem o Benefício Primeira Infância. Essa regra estipula que apenas 50% do valor do benefício é pago para famílias cuja renda per capita ultrapasse R$ 218.

-

Quando as famílias beneficiárias do Bolsa Família têm um aumento na renda e cada membro passa a receber até meio salário mínimo (R$ 706), o benefício não é cortado imediatamente. Em vez disso, a família continua recebendo metade do valor total por mais dois anos para facilitar o ajuste financeiro.

Confira os estados com mais crianças beneficiadas

Segundo informações do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), os estados com maior número de crianças beneficiadas pelo Benefício Primeira Infância em junho foram:

-

  • São Paulo: 1.284.809 crianças
  • Bahia: 898.381 crianças
  • Minas Gerais: 748.746 crianças
  • Rio de Janeiro: 659.750 crianças
  • Pará: 644.141 crianças
  • Pernambuco: 601.780 crianças
  • Ceará: 567.767 crianças
  • Maranhão: 569.317 crianças

Esses estados receberam os maiores volumes financeiros destinados pelo governo para o pagamento desse benefício. São Paulo, por exemplo, recebeu R$ 178,1 milhões neste mês apenas para esse fim. Os valores subsequentes foram destinados a Bahia (R$ 129,7 milhões), Minas Gerais (R$ 104,1 milhões), Rio de Janeiro (R$ 94,1 milhões), Pará (R$ 93,6 milhões), Pernambuco (R$ 87 milhões), Maranhão (R$ 83,2 milhões) e Ceará (R$ 81,6 milhões).

Calendário do Bolsa Família de junho

Os repasses seguem um cronograma regular, ocorrendo nos últimos dias úteis de cada mês. Os beneficiários podem consultar o calendário de pagamento da parcela de junho do Bolsa Família antecipadamente.

É importante destacar que a Caixa Econômica Federal efetua os repasses de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) dos usuários. Assim, um novo grupo de beneficiários recebe o valor em suas contas a cada dia útil designado.

  • 17 de junho – Beneficiários com NIS de final 1 – LIBERADO;
  • 18 de junho – Beneficiários com NIS de final 2 – LIBERADO;
  • 19 de junho – Beneficiários com NIS de final 3 – LIBERADO;
  • 20 de junho – Beneficiários com NIS de final 4 – LIBERADO;
  • 21 de junho – Beneficiários com NIS de final 5 – LIBERADO;
  • 24 de junho – Beneficiários com NIS de final 6;
  • 25 de junho – Beneficiários com NIS de final 7;
  • 26 de junho – Beneficiários com NIS de final 8;
  • 27 de junho – Beneficiários com NIS de final 9;
  • 28 de junho – Beneficiários com NIS de final 0.

Vitória Tormen

Natural de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, sou uma profissional comprometida com o desenvolvimento de conteúdos e a criação de posts otimizados para o Google News e Discover. Possuo uma vasta experiência em SEO técnico e SEO de conteúdo, garantindo que o material… Mais »