Total Crédito Brasil
Somos um site especializado em finanças, oferecendo informações atualizadas sobre crédito, cartões de crédito, instituições bancárias, fintechs e benefícios sociais.

ADEUS E TCHAU! Tebet BATE O MARTELO com anúncio sobre o INSS que atinge em cheio os APOSENTADOS

A Ministra Simone Tebet fez um anúncio urgente sobre o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), afetando diretamente todos os aposentados vinculados a este órgão previdenciário.

DECISÃO TOMADA HOJE (13/05) por Lula e Tebet fim dos R$1.412 - Novo Salário Mínimo já ESTÁ CHEGANDO

Neste mês de maio, a Ministra do Planejamento e Orçamento declarou ao portal Estadão que seu papel é elaborar um amplo pacote de cortes de gastos, oferecendo diversas opções ao governo.

Tebet ressaltou que as alternativas discutidas vão além da desvinculação dos benefícios previdenciários do reajuste do salário mínimo. “Até o final do ano, minha equipe, juntamente com o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), estudará e documentará o impacto da vinculação do salário mínimo aos demais benefícios acima da inflação, incluindo o piso e outros programas. A partir daí, deixaremos o pacote pronto”, afirmou Tebet.

-

Ela destacou ainda que a utilização ou não desse pacote será uma decisão política.

Em resposta, entidades representativas de aposentados, pensionistas e idosos manifestaram-se contra a proposta de desvinculação, defendida pela ministra, que sugere a correção dos benefícios apenas pela inflação como parte da revisão dos gastos públicos.

-

O portal Money Times destacou que o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, é contrário à proposta de desvinculação do reajuste das aposentadorias em relação ao salário mínimo, atualmente fixado em R$ 1.412. “As aposentadorias e pensões deveriam ser reajustadas apenas pela inflação, mantendo o poder de compra ao longo do tempo”, argumentou o economista.

Haddad relembrou que a discussão foi superada quando a pasta propôs, sem sucesso, que a valorização do piso nacional fosse definida pelo avanço do PIB per capita. O governo do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva optou por uma fórmula de reajuste mais elevado.

Por fim, nada foi decidido ainda, e o estudo será analisado pelos demais membros do governo. Caso seja aprovado, os aposentados não poderão contar com o salário mínimo como piso do INSS.

-

Reajuste para Aposentados em 2024

Em 2024, o piso do INSS é de R$ 1.412,00, representando um aumento de 8,4% em relação a 2023, quando o salário mínimo era de R$ 1.302,00. Adicionalmente, o teto do INSS foi ajustado para R$ 7.786,01, estabelecendo o valor máximo pago pelo instituto em seus benefícios previdenciários.